Publicidade
LEO

Parece que você está usando um bloqueador de publicidade.

Você quer apoiar o LEO?

Desative o bloqueador de publicidade ou faça uma doação!

 
  •  
  • Home

    Países e costumes

    Piloto Danilo Moura, um herói de guerra brasileiro

    Assunto

    Piloto Danilo Moura, um herói de guerra brasileiro

    Comentário

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Danilo_Marques_Moura


    "Essa é a foto do Piloto Danilo Moura, em seu P-47 Thunderbolt. O herói de guerra Brasileiro que sobreviveu percorrendo 450km em 30 dias em território inimigo após ser abatido, durante a segunda guerra mundial. Um exemplo de coragem, perseverança e ousadia para chegar às linhas aliadas.

    Em 4 de fevereiro de 1945, depois de realizar sua 11ª missão, Danilo foi abatido por uma artilharia antiaérea nazifascista próximo a cidade italiana de Treviso. No pouso brusco com o paraquedas, ele teve sua boca e língua machucadas. Impossibilitado de falar corretamente, o tenente fez exatamente o contrário do que tinha sido orientado a fazer em caso de perigo, utilizou as vias principais, cumprimentava os soldados inimigos no caminho, utilizando seu rosto machucado como desculpa para não responder as perguntas que apareciam. Abrigou-se em estábulos ou onde conseguia se instalar, pedindo comida, algo quente para beber e cigarros, nas casas dos colonos por onde passava.

    Após a queda, Danilo foi recepcionado por um jovem italiano que o ajudou oferecendo abrigo, comida e roupas civis. Já amigo do garoto, Danilo prometeu que voltaria após a guerra, entregando-lhe seu paraquedas. O tenente passaria por dentro da cidade de Podova, onde encontrou muitos soldados italianos e alemães. Ninguém desconfiou que aquele homem malvestido, machucado e magro, poderia ser um inimigo.

    Sua segunda grande ajuda pelo caminho, veio de um lenhador italiano, um Partisan, da resistência popular italiana, que o reconheceu como soldado aliado e o ajudou, lhe dando uma bicicleta velha para percorrer seu trajeto.

    De bicicleta, ele continuou a sua saga, passando por ao menos dois quartéis generais das forças alemãs, cruzando com tanques e soldados na estrada. Prosseguindo com sua audácia, cumprimentava a todos acenando e sorrindo, com a boca cheia de sangue e feridas. Não foi parado uma única vez, chegando à base brasileira. Dado como morto, sua recepção foi feita em festa pelos soldados e oficiais brasileiros.

    Terminada a guerra, Danilo voltou para ver o jovem que o ajudou quando ele caiu. Seu paraquedas, teve a seda transformada em vestido de noiva para a irmã do garoto. O lenhador que lhe deu uma bicicleta nunca mais foi encontrado. Sua espetacular fuga virou uma lenda entre os militares brasileiros e uma história de superação para soldados de outras nações.

    Seus feitos foram transformados em uma ópera pelos colegas, chamada de a Ópera do Danilo, que é encenada todo ano no Dia 22 de abril, Dia da Aviação de Caça."

    Siga: Registros Históricos

    Texto: Luiz Zanfelici

    Fontes: Comentários


    Autor(a)CARIOCA (324416) 28 Jul. 22, 13:19
    Comentário

    Danke für die Info ... auf deutschsprachigen Seiten findet sich leider überhaupt nichts über diesen brasilianischen Piloten ...

    #1Autor(a)no me bré (700807) 28 Jul. 22, 21:04
    Comentário

    Ich glaube nicht, dass die Deutschen ein Interesse daran hätten an die große Glocke zu hängen, dass sie überlistet worden sind... 😊

    #2Autor(a)CARIOCA (324416)  30 Jul. 22, 14:06
     
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  
 
 
  • Pinyin
     
  • teclado
     
  • Caracteres
     
  • Transcrição fonética
     
 
 
:-) automatisch zu 🙂 umgewandelt